quinta-feira, 26 de junho de 2014

Desabafos...

Como devem ter reparado estou de volta...

Infelizmente os motivos que me levaram a esta longa ausência não foram os melhores. Inicialmente alguns novos projetos começaram a ganhar forma e a absorver-me tanto que limitavam o tempo que dispunha para dedicar ao blogue. Mas era uma questão de organização, em breve tudo voltaria ao normal, achava eu. Mas de repente, algo que eu nunca imaginei acontecer, obrigou-me a afastar-me da minha rotina, do meu trabalho e de praticamente tudo.

Inexplicavelmente, um dia estava eu numa esplanada à beira mar quando tenho o meu primeiro ataque de pânico que me leva ao hospital. Sou medicada, fico a soro e volto para casa. A partir desse dia a minha vida nunca mais foi a mesma. Os ataques de pânico tornaram-se constantes de tal forma que me impediram de trabalhar durante algum tempo. Fui forçada a fazer uma pausa na minha vida e perceber o que me estava a acontecer. Recusei-me a ser medicada quimicamente. Com muito amor e carinho por mim mesma dediquei-me unicamente à minha recuperação, de forma a ganhar força para voltar a sorrir. O processo foi longo, doloroso, pois há momentos na vida em que temos de parar para olhar para dentro de nós mesmos e perceber o que está errado. E isso passa, inevitavelmente, por mudanças internas dolorosas.

Foi difícil, muito difícil. Só quem já passou por um processo assim terá a capacidade de perceber a complexidade do problema. Vivemos atualmente a uma ritmo demasiado acelerado para ouvirmos os nossos próprios sinais e perceber o nosso limite. Todos passamos por momentos dolorosos, perdas, frustrações, mas a vida não permite ter tempo para processa-las, para chorar as nossas dores, até ao dia...em que entramos em rutura.

Com todo o Amor que me permiti dedicar,  aqui estou eu, não totalmente recuperada, mas a redescobrir-me a cada dia. Posso mesmo dizer que me sinto a renascer a cada instante, mais feliz e em paz. Dediquei a mim própria o tempo que achei necessário, curei todas as minhas feridas com o carinho que me foi possível e aprendi que eu sou a única responsável por mim mesma, e que mereço dar a mim própria todo o Amor que me é possível.

Para cada uma de vocês que me leram até aqui, um grande beijinho <3 br=""> Com Amor
Vanda

 

14 comentários:

  1. que corra tudo bem, um dia de cada vez.. pausas são precisas! e tempo de qualidade para nós próprios!
    muito amor e saúde.. e todas as respostas já existem no nosso coração :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Sei bem o que isso é :) Tive os meus primeiros em Outubro e ainda sobre de ansiedade e às vezes panico. Tem sido dificil, só quem passa por isto é que entende.
    Boa sorte e esperança :)
    http://startlivinginsteadfashion.blogspot.pt/2014/06/guia-de-viagem-portimao-e-lagos.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Joana <3 É verdade, só mesmo quem passa por isto é que entende mas tenho fé que tudo passe em breve, o Reiki tem me ajudado muito! Muita força para ti também ;)
      Beijinhos

      Eliminar
  3. minha querida ,sei bem o que isso é,tenho crises de panico desde que fiquei gravida há 14 anos atraz,as melhoras ,bjinh

    ResponderEliminar
  4. O teu texto não podia ser mais comovente... É realmente precisa muita força para continuar e andar em constante processo de recuperação. Ainda bem que tens essa força dentro de ti! Desejo-te tudo de bom! :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada minha querida <3 Um grande beijinho

      Eliminar
  5. Um dia de cada vez... Em 2010 tive uma situação semelhante, que me levou ao limite. Ataques de pânico, medo de viver... Emagreci cerca de 8 kg, cheguei a pesar 47 kg. Actualmente já os recuperei! Esperei, desesperei por melhorar... Não fiz medicação, apenas inicialmente para conseguir dormir... Recuperei sozinha e com muita força de vontade... Mas demorou 2 anos para me sentir novamente bem... Hoje, estou muito melhor, mas nunca mais serei a mesma.

    Compreendo-te perfeitamente. Beijinho Grande!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tenho essa sensação de que nunca mais serei a mesma, é uma experiência muito marcante, mas há-de passar, estou a trabalhar arduamente nisso, com muito amor. Obrigada pela partilha <3 Beijinho grande!!

      Eliminar
  6. Muito Força Vanda!
    Concordo com tanto do que escreveste! E entendo muito, de alguma forma.

    Maior beijo!
    IV

    ResponderEliminar
  7. Muito obrigada querida pela tuas palavras <3
    Beijinho grande!

    ResponderEliminar
  8. Acredita que é possível melhorar e recuperar. Deixar de passar o dia com medo que volte a acontecer, ter medo de sair de casa porque pode tudo voltar. Demora, custa, existe muita força, mas é possível que estes acontecimentos passem apenas a uma recordação dolorosa. Comigo aconteceu, por isso sei do que falo. Se quiseres falar, estou aqui =) (malasecupcakes@gmail.com)

    Muita força =)
    Rita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada querida Rita <3
      Um beijinho para ti.

      Eliminar

Adoro os vosso comentários, a vossa opinião conta! <3